Apoios:

Serra de Monfirre

Domingo 27 de setembro 2015
Bom-dia amigos Moukistas. Por várias vezes ouvi falar da serra de Monfirre e, quando assim é… o bicho da curiosidade em conhecer fica, ainda, mais estimulado! Este domingo finei toda a curiosidade que tinha sobre ela… que para além de uma vista espetacular e de bons trilhos, fica no sopé dela a divisão de três concelhos (Sintra, Mafra e Loures), esta sabedoria não é para todos é para quem pratica BTT com o MoucaBTT.
Situada, quase, toda ela no concelho de Mafra e, com 400mt. de altitude é marcada por trilhos bem acidentados, vincados e fortes, coisa pouca para este grupo de catorze  destemidos Moukistas que quiseram trilhar e conhecer este canteiro do nosso Portugal! O grupo dos catorze Moukista saiu do LR pouco passava das 08:00, o encaminhamento desta volta foi traçado pelo Luis Pina, que ao aperceber-se da condição física dos presentes semanais vai subindo a parada dos passeios domingueiros, é uma fórmula bem equacionada de gestão do grupo e, que vai resultando! Pois com mais ou menos dificuldade de andamento todos vamos resistindo aos vastíssimos maus tratos, que por vezes nem sabemos como… Rapidamente estávamos em Mira Sintra, Tala, Vale de Lobos aqui iniciamos a primeira dificuldade do dia, subida a Serra da Sr. da Piedade, Almornos, Arruil de Cima e de Baixo, de Albogas  a Covas de Ferro fizemos parte do percurso com as meninas pela mão, como dizem os entendidos faz parte do BTT, a falta de limpeza dos trilhos é cada vez mais uma realidade que vamos encontrando.
Em Covas de Ferro, povoação situada no extremo Norte do Concelho de Sintra, fizemos a entrada na serra de Monfirre, com trilhos bem técnicos e duros vieram alguns furos, não houve como evitar uma paragem aproveitando a mesma para fazermos o lanche matinal e algum descanso, após tratamento dos fatores causa-tórios da paragem havia que voltar a pedalar e sempre a subir, a localização do grupo era dentro da serra mas Ocidentalmente e prestes a sairmos dela estávamos novamente nas terras de Sintra. Descemos bem por maus caminhos e depressa chegamos às pedreiras, viramos à esquerda. Agora o próximo objetivo era alcançarmos Casal do Rebolo, havia que subir e descer, com determinação e querer a situação estava ultrapassada e estávamos a caminho de Casal do Urmal, Casal dos Gosmos, Palmeiras, Quarteiras, Raposeiras, Recoveiro, mata de Fitares, hortas do Cacém e Agualva LR. Já no largo da Republica fizemos umas fotos do grupo e quisemos que numa delas fizesse parte, o Bazílio, um patrocinador do MoucaBTT. Concluímos este passeio de 46Km e 1000mt altimetria pouco depois das 12:00 e com muito arranhão suor e um ego enorme. Até prá semana, abraço.
“O Moukista sentado”

4 comentários:

Luís Pina disse...

Um passeio bastante simpático esta ida a Monfirre, penso que a única vez que por ali passámos foi em 2011. Quando nos propomos ao desafio de um desporto radical, como é o BTT (feito pelo MoucaBTT por vezes rasando a dureza) e conseguimos reunir força, destreza, espírito de sacrifício, entreajuda e camaradagem, no final estamos sem dúvida nos píncaros da lua, sensação de bem estar pela capacidade de ultrapassar todas as adversidades. As dificuldades devem ser usadas para crescer, não para desencorajar. Gostaria sinceramente de ver mais comentários nestas crónicas, mas... Até para a semana. Luís Pina.

José Gonçalves disse...

Engraçado que já ando com a Mouca desde de 2013 e ainda não tinha trilhado por estas bandas, só tenho pena que o pessoal das tesouras não tenha passado por lá antes :)

Abraço a todos e até Domingo

Anónimo disse...

Boa noite Moukistas
Pois é já fazia algum tempo que não andávamos por aqueles lados e os trilhos são de adrenalina total, tanto a subir mas principalmente a descer. A volta que até começou com algum frio acabou com calor estupendo mesmo a pedir umas minis bem fresquinhas.
Uma boa semana para todos e até Domingo.
P.Laranjeira

Alfredo Guerra disse...

Pela primeira vez trilhei esta serra de Monfirre, foi um passeio muito bom e bem traçado… que me deu bastante gozo. O grupo esteve sempre unido e quando assim é as coisas corre bem, foi 5*! A terminar com um brinde ao aniversariante Paulo Laranjeira, parabéns amigo e que contes muitos. Abraço.
JAGuerra