Apoios:

Fomos ao Penedo de Lexim


Pouco depois das 08H30 o grupo de doze Moukistas partia do LR., o destino era...!mas não foi.
Apetecia-me titular esta cronica como "Saimos para plantar figueiras", caros Moukistas que volta tão atribulada, começamos com furo atras de furo, passamos a, queda atras de queda e foi sempre a plantar figueira atras de figueira, até ouve quem cai-se duas vezes, é obra, ...dass, até cheguei a penssar que foi praga de algum ressabiado! Depois de mais uma queda e mergulho no rio Lisandro tive que fazer a minha oração e a partir daí a coisa melhorou.

Passamos por M.Sintra, Recoveiro, Anços e pouco depois veio a grande subida do dia, estavamos no Penedo de Lexim, a onde fizemos o lanche matinal, tratamos de mais um furo e tiramos a foto do grupo. Há... e ainda tivemos tempo para apreciar a "coisa do Pires", que em contacto com a água cresce desalmadamente! Na clareira do penedo a boa disposição do grupo era notória e, as graçolas eram fluidas, BTT tambem é isto.
Retomamos a pedalação, Penedo abaixo na direção da Mata Grande a onde entramos no trilho maravilha, sempre junto ao rio! até Cheleiros, viramos à esquerda e alguns bons metros acima atravessa-mos o rio Lisandro, mais uma subida e estávamos em Rebenque, Arnés, Cortegaça e Pexiligais. Faltava pouco para as 13H00 quando chegamos ao LR. com quase 50Kms. Mesmo com tantos azares foi uma volta fantástica, com um nível médio/alto e bué adrenalitica. Até para a semana.
Ass: "O Moukista sentado"

Sem comentários: