Apoios:

Passeio BTT - Trilho das Pontes


Domingo, 24Julho2016

Serra de Sintra, trilho das pontes

A atividade ciclística do nosso Clube continua com mobilidade, nesta época do ano com menor percentagem, é claro. Fomos oito Moukistas que comparecemos no LR às 08:00, a manhã estava quente e o dia prometia ser de muito calor… e foi. Mesmo a esta hora da manhã já não apetecia pedalar, mas o querer e o vício superam todos os outros sentimentos de vontade, saímos de Agualva com o azimute apontado à serra de Sintra, com alguma rapidez alcançamos a Vila mágica do romance e do mistério ainda não eram nove horas, mas antes, tínhamos passado em Abrunheira e Ranholas.
Atravessamos a, aprazível, Vila cheia de turistas, a estrada principal levou-nos até à entrada da Rampa da Pena, aquela viragem à esquerda clicou-me a caixa neurótica e, tamos lixados, vai haver destilação até lá cima… a bastante custo! lá fomos pedalando e chegando a conta gotas até o novato Domingos chegar ao grupo, estava na hora de continuarmos a pedalar serra acima, foi sempre a dar-lhe até atingirmos os Capuchos, aonde paramos para hidratação solida e liquida, apos o merecido descanso iniciamos a descida, algumas centenas de metros à frente entramos no trilho das pontes. Fi-lo pela primeira vez e, foi amor há primeira vista (descida)! digo-vos, é espetacular… muito técnico, muito exigente, muito divertido e um bom aplicador de toda a sabedoria de BTT com requisitos de muita concentração, correu-me de feição sem qualquer deslize mesmo a uma já velocidade considerável, 5*. Convergimos para a barragem do rio da mula onde tiramos umas fotos do grupo.

O calor começava a dar sinal de agressividade, mesmo no interior da serra que habitualmente é equilibradamente micro/climatizada. Optou-se por rolar em alcatrão e regressarmos a casa o mais célere possível, pois o inferno estava presente e começava a desgastar alguns Moukistas menos bem-preparados. Encaminhamo-nos para o bairro da Colónia penal, já mais cá para a frente, atravessamos o estacionamento subterrâneo do Fórum Sintra e, rapidamente estávamos na rotunda de acesso a Rio de Mouro, Cacem e Agualva foram rapidamente alcançadas.
A chegada/términus do passeio domingueiro fez-se em grupo compacto ainda antes das 12:00 e com 45Km, com muita transpiração e bom humor. Ainda antes de terminarmos a Moukopedalação houve tempo para degustação do refresco de cevada. Sempre meia roda à frente, mesmo em dias de muito calor, abraço até prá semana.

“O Moukista sentado”

Sem comentários: