Apoios:

Ride BTT ao Chocolate

12 de março de 2017
Ride BTT ao Chocolate

Foi na neblina que se abateu sobre Agualva, que 13 Moukistas se juntaram pelas 8h, conforme já reza a tradição, para este passeio de BTT que teria como destino final a Feira do Chocolate que se encontrava a ser realizada neste fim-de-semana no Largo da República. Vencida a hesitação inicial por onde o grupo se deslocaria, o PP apontou o mesmo em direcção a Tercena e posteriormente Barcarena para se chegar a Oeiras, na esperança do tão prometido sol, pois a Primavera poderia eventualmente ter chegado mais cedo.
Ao passar por Caxias, estes Moukistas rolavam e conviviam a bom ritmo, sentindo-se literalmente na pele a presença do sol, presença essa que se manteve até ao final do mesmo.
Alcançada a Avenida Marginal, rolou-se junto ao mar até se alcançar o Jardim de Paço de Arcos, local onde se encontrava uma feira de antiguidades com um bocadinho de tudo à mistura, tendo o grupo contornado a mesma a fim de retomar o ritmo que até aqui mantinha. Umas centenas de metros à frente, foi altura de cruzar novamente a avenida para se rolar na ciclovia do Passeio Marítimo de Oeiras, que por esta hora (9h) já começava a ficar bastante frequentado. Ainda assim, junto à Praia de Santo Amaro, o grupo “saltou” para o alcatrão da Avenida Marginal e começou a rolar a bom ritmo (25-30 kms/h), potenciado pela maresia e pelo sol, tendo-se alcançado São João do Estoril e Cascais de forma expedita.
Em Cascais, e com uma inflexão para Pampilheira, rumou-se para a paragem e reforço alimentar junto às dunas do Guincho (Cresmina). Aqui foi ainda tempo para a habitual foto de grupo. A ressalvar que não havia registo de vento neste local, prova efectiva de uma grande manhã para a prática de desporto.
Tempo para o único momento caricato da manhã, registado pela bicicleta do vosso escriba que após ser levantada do sítio onde estava pousada, começou subitamente a perder ar a bom ritmo pela roda traseira… embora a magia do tubeless e do selante rapidamente dessem este episódio por terminado. Houve ainda tempo para alguns dos Moukistas referirem que tudo não passou de um acto de sabotagem… que a ver, havia falhado…
Iniciou-se novamente a pedalação respeitando a sinalética dos caminhos de Fátima e Santiago, até se alcançar o Pisão, onde a terra fazia o gosto ao grupo. Houve ainda tempo para o reencontro com o burro que havia sido avistado na semana passada no Pisão, que embora zurrando, se encontrava visivelmente e fisiologicamente mais calmo.
Passou-se ainda por Atrozela, Manique de Cima e Albarraque até se chegar a Rio de Mouro, onde três dos Moukistas se deslocaram para a sede, a fim de prontamente dar repouso às suas pernas. Os restantes, foram ainda desfrutar de alguns dos trilhos nos quais se passou na Caminhada Nocturna MoucaBTT do passado dia 11, com destaque para a Ponte MocuaBTT, e só depois se deslocaram para o Largo da República, onde, já todos juntos se tirou a última foto de grupo.
Em resumo, 58 kms com um desnível positivo de 625 mts, convívio e um sol radiante.
Prá semana há mais…

Moukista 51



Sem comentários: