Apoios:

Na Rota do Leitão

Domingo 20março2016
Pouco passava das 08:00 quando demos início ao passeio, Pedreiras foi o desafio lançado ao grupo dos seis magníficos que compareceram no LR e quiseram fazer mais um passeio nesta manhã que prometia alguns aguaceiros, mas felizmente não se vieram a confirmar, a abundancia de muita lama e muita água fizeram parte de todo o percurso … Saímos em direção à ribeira das jardas, passamos por Rio de Mouro, Meleças, Raposeiras, Casal dos Gosmos, Casal do Urmal. Anços também fez parte do percurso trilhado, a cascata d’água foi o local escolhido para o lanche matinal do grupo. Este bucólico espaço está lindíssimo, o caminho foi arranjado e o acesso faz-se ainda melhor do que se fazia. Se poderem visitem este recanto!


Nesta época do ano está divinal… depois de muitas fotos e alguma hidratação lá resolvemos continuar a pedalação. Alguém perguntou à joia-da-coroa e agora vamos para onde?  Há e tal…e se fosse-mos a Negrais. uma sandes de leitão a meio da manhã era capaz de ser boa ideia! Boas ideias são sempre bem-vindas para os Moukistas! Bem-dito, bem-feito, depois de passarmos pela Pedra Furada, convergimos o azimute para a capital do leitão, (Negrais) foram 15’ de bem-estar de-gustativo e conversa de cultivação-geral e fortalecimento dos laços de grupo.
A boa-disposição dos Moukistas ia sendo mantida, antes de alcançarmos Casal da Quintela, a lama era muita e, acumulava-se nas rodas das bicicletas criando em nós algum desespero e desconforto, havia que limpar alguma dela e pedalar até alcançarmos Mira-Sintra e fazermos a entrada em Agualva pelo lado das hortas da Abelheira. Foi mais uma meia-maratona com nota física e técnica acima da média, com 48Km de distância e 800mt acumulado positivo. Alguns de Nós, terminamos a volta na companhia de umas minis e muita palheta. Abraço, Boa-Pascoa para toda a família Moukista.

“O Moukista sentado”

Sem comentários: