Apoios:

Ride BTT de longa acção 2017

Domingo28Maio2017
Ride BTT de longa acção 2017 – Serra Montemor
Saímos do LR eram 08:00, os nove Moukistas apresentaram-se bem-dispostos e crentes que seria uma volta menos dura comparativamente hás três anteriores, razoavelmente podemos pensar desta maneira, pois têm sido de uma dureza media/alta.
Azimutamos para o lado da serra da Carregueira mas rápido saímos para Belas, ladeamos a serra de Belas mas saímos e subimos pela serra da Silveira, na transição de passagem pelo Monumento Natural de Carenque o António Luís não pode continuar, o cepo entregou a alma ao criador, ficou apiado, teve que dar meia volta e regressar. Passamos para o outro lado da CREL por cima do túnel, estávamos em Carenque ao Km9 a uma cota de 130mt, rápido iniciamos a subida de 1km com 100mt de acumulado. Entramos em alcatrão e fomos bordeando Casal de Cambra e Caneças, transitamos mais uma vez para o outro lado por cima do túnel de Montemor, descemos e passamos por baixo da Crel, estávamos com 22Km e à cota de 140mt. As hostilidades da subida foram iniciadas serra acima pedalamos ao ritmo que conseguíamos, a muita pedra solta obrigava-nos a leva-las à mão durante uns quantos metros, já em cima delas pedalamos forte até atingirmos o topo da serra de Montemor, já tínhamos pedalado 26Km e estávamos a uma cota de 352mt. Foi aqui no cocuruto da serra, junto do marco geodésico, que fizemos a paragem para o lancho matinal.
Já hidratados, apreciamos a vasta paisagem e tiramos umas fotos, foi rápido que nos posemos em marcha pois a fresca aragem não estava simpática… descemos serra-abaixo e alcançamos Caneças, por aqui visitamos o Parque das Fontainhas, reabastecemos de água e prosseguimos, ia-mos pedalando por terra batida e alcatrão! Dona Maria viu-nos passar, Casal do Brejo também, as subias e descidas eram fortes, o terreno por aqui é muito irregular e requer sabedoria, força e técnica qb. para ultrapassarmos os muitos obstáculos que consecutivamente aparecem. Subimos até alcançarmos o Belas Clube, descemos para a serra da Carregueira lado Norte, continuamos a descer com a aplicação da muita técnica até o terreno endireitar e alcançarmos Telhal, Recoveiro e mata de Fitares, para terminar serpenteamos as hortas do Cacém e findamos o passeio eram 12:20 no LR de Agualva, mais propriamente na sede do MoucaBTT, com 50Km e um A+1100mt. A boa-disposição do grupo fora ainda suficiente para nos refrescarmos com um sumo de cevada e alguma conversa de relaxe socializador. Abraço do Moukista sentado”  

Sem comentários: